NOTÍCIAS

13º injetará R$ 12,7 bilhões em MG




Criado há mais de 50 anos no mandato do presidente João Goulart, o 13º salário é o verdadeiro motor da economia no fim do ano. Em 2013, segundo levantamento da Fecomércio MG, a injeção destes recursos na economia de Minas Gerais será de R$ 12,7 bilhões, beneficiando cerca de 8,5 milhões de trabalhadores, aposentados e pensionistas em todo o Estado.

 
A Fecomércio mostra que o recurso extra tem destino certo. De acordo com estimativas, 54,4% do dinheiro, ou R$ 7 bilhões, serão empregados no consumo, movimentando o comércio de bens, serviços e turismo. R$ 2,9 bilhões deverão ser usados para os pagamentos de dívidas, correspondendo a 23,2% do total. Para o economista da Fecomércio MG, Gabriel de Andrade Ivo, isso é também um dado positivo para o comércio. “Parte dos consumidores destina o 13º salário para quitar as dívidas de modo a limpar o nome e ter o poder de compra via crédito recuperado”, ressalta. Há ainda os consumidores que querem investir o salário extra em poupança. Nesse caso, R$ 2,8 bilhões, ou 21,9% dos recursos, perderá liquidez temporariamente.
 
Fonte: Portal Fecomércio MG



Publicado em: 30/10/2013


Cenário - Comércio informal em Governador Valadares

ACESSO RÁPIDO
Convenção coletiva

Confira as Convenções Coletivas do Comércio Varejista, Atacadista e Prestação de Serviços de Governador Valadares.

Revista Sindicomércio

Confira todas as edições da Revista Sindicomércio.

Cartilhas

Afixação de preços, Simples Nacional, Legislação de Segurança e Saúde no Trabalho, A Reforma Trabalhista e Plano de Regularização de Créditos Tributários (PRT).

Códigos

Conheça o Código de Defesa do Contribuinte e o novo Código de Defesa do Consumidor.

Enquete